Youtube deleta vídeos sobre fraudes acadêmicas e influenciadores ficam bravos

218 Visitas Tempo de Leitura: 3 minutos

A denúncia

A rede de notícias BBC denunciou, no dia 1 de maio, que mais de 250 canais do YouTube foram pagos para promover o site EduBirdie.

Para quem não conhece, o EduBirdie é um site que vende trabalhos escolares e universitários. O aluno só precisa informar qual o tema do trabalho, especificar tudo o que foi pedido pelo professor e, então, um profissional fará toda a pesquisa e a redação. O site promete que o aluno receberá nota máxima.

A BBC contabilizou um total de 1.400 vídeos –  que alcançaram 700 milhões de visualizações – e contém propagandas para o EduBirdie.

Adam Saleh foi um dos youtubers que fez propaganda para o site. http://www.bbc.com/news/education-43956001

Em alguns desses vídeos, os youtubers fizeram questão de ressaltar o fato de que se você está com preguiça de fazer o seu próprio trabalho, não é necessário se incomodar, você só precisa pagar um “nerd super inteligente” para fazê-lo pra você.

Alguns youtubers ainda completaram a fala afirmando que pagar para o EduBirdie fazer um trabalho significa mais tempo para jogar no videogame ou fazer qualquer outra coisa que seja agradável.

O site EduBirds não é contra a lei, entretanto, qualquer aluno que entrega um trabalho com o seu nome, mas de autoria de outra pessoa, terá que enfrentar consequências sérias.

Punição do YouTube

Depois que a denúncia foi feita pela BBC, o YouTube fez questão de ressaltar que propagandas sobre sites que vendem trabalhos acadêmicos feitos são proibidas pelas regras do site.

Os canais envolvidos no caso foram avisados, por e-mail, que vídeos com propagandas sobre o EduBirdie seriam excluídos da plataforma. Por isso, quem não quisesse perder o seu vídeo deveria editá-lo até a sexta feira (04/05).

Como nem todos conseguiram fazer as edições a tempo, eles foram removidos da plataforma, o que gerou uma onda de revolta por parte dos donos dos canais.

O canal To Catch a Cheater revelou que 49 dos seus vídeos foram excluídos. Segundo eles, isso é o equivalente a perder um ano de trabalho.

Pelo Twitter, o canal AldosWorldTv questionou: “Se a propaganda não era permitida pelo site, como eu consegui publicar tantos vídeos com o conteúdo?”. Ele exigiu mais informações e reclamou do fato de que seu canal perdeu 30 vídeos.

138 vídeos do canal de pegadinhas TwinzTV foram excluídos.

A reclamação geral se dá pelo fato de que os youtubers afirmam que tiveram pouco tempo e ainda estavam editando os vídeos quando eles foram excluídos.

O próprio EduBirdie tem um canal no YouTube que, agora, só tem um vídeo, que dá dicas sobre como escrever uma dissertação.

Fonte

Sobre nós
A influu é o ecossistema feito para influenciadores digitais. Com foco na monetização e profissionalização dos novos formadores de opinião, a empresa se divide em três áreas: criação de conteúdo para o blog, redes sociais e YouTube, realização periódica de eventos por todo Brasil e mediação entre influenciadores e marcas para campanhas de marketing.

Para entrar em contrato, mande um e-mail para oi@influu.me

Thaís Dias do Carmo tem 24 anos, é formada em Letras português/italiano na USP e também é atriz. Na Influu atua na área de criação de conteúdo.

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR EMAIL

Leia também

Dicas para fazer vídeo vertical no stories do Instagram
Diversos
2082 Visitas
Diversos
2082 Visitas

Dicas para fazer vídeo vertical no stories do Instagram

Guilherme - 16 de julho de 2018

Como produtor de conteúdo audiovisual é bom estar antenado e preparado para novos formatos. E o formato clássico do YouTube…

Como aumentar a monetização do canal de forma rápida
Diversos
227 Visitas
Diversos
227 Visitas

Como aumentar a monetização do canal de forma rápida

Guilherme - 28 de junho de 2018

Quem cria conteúdo para o YouTube sabe o quão fundamental é a monetização do canal. Até para render um dinheiro…

Bom conteúdo x frequência com Pedro Amaral
Canal Influu
202 Visitas
Canal Influu
202 Visitas

Bom conteúdo x frequência com Pedro Amaral

Victor Russo - 23 de abril de 2018

Com mais de 500 mil inscritos no canal seu canal do YouTube, Pedro Amaral, também conhecido como Pedro Mágico, esteve…

Faça o seu canal bombar utilizando o vidIQ
Todos
893 Visitas
Todos
893 Visitas

Faça o seu canal bombar utilizando o vidIQ

Victor Russo - 20 de agosto de 2018

O vidIQ é um extensão do Google Chrome específica para o YouTube que não é tão conhecida quanto deveria. Não,…

Comente

Seu email ficará oculto

Mais Visitados

YouTube Music e Spotify: Qual streaming é melhor?
Diversos
29591 Visitas
Diversos
29591 Visitas

YouTube Music e Spotify: Qual streaming é melhor?

Guilherme - 10 de agosto de 2018

Atualmente, o Spotify é um dos maiores serviços de streaming de música. Mas, a chegada do YouTube Music pode trazer uma concorrência bem disputada. Por isso, decidimos…

Os 10 maiores canais brasileiros no YouTube
Diversos
18820 Visitas
Diversos
18820 Visitas

Os 10 maiores canais brasileiros no YouTube

Victor Russo - 9 de abril de 2018

O Brasil é um dos países que mais consomem conteúdos do YouTube no mundo. Aproximadamente 95% da população internauta brasileira utiliza a plataforma de vídeos do Google.…

6 temas de vídeos para youtubers iniciantes
Canal Influu
14512 Visitas
Canal Influu
14512 Visitas

6 temas de vídeos para youtubers iniciantes

Fernanda Campos - 25 de outubro de 2017

É muito comum que influenciadores que estão começando um canal no YouTube tenham dificuldade em pensar sobre o que fazer vídeos. Mesmo que já tenha o tema…

Qual é a melhor forma de pedir likes e inscrições?
Todos
13899 Visitas
Todos
13899 Visitas

Qual é a melhor forma de pedir likes e inscrições?

Victor Russo - 27 de dezembro de 2017

Existe uma famosa fórmula de vídeos no YouTube. Os 10 segundos iniciais que resumem brevemente o conteúdo que será abordado para prender a atenção do espectador. Em…