Afinal, youtuber é profissão?

3233 Visitas Tempo de Leitura: 4 minutos

Existem cursos e processos seletivos para trabalhar na área de comunicação. O YouTube, na contramão, é uma plataforma aberta. Como a postagem de vídeos é livre a qualquer pessoa, o ofício não é visto como sério e regularizado.

Há eventos (YouTube FanFest, Encontro influu), espaços colaborativos (YouTube Space) e até marketing que lida especialmente com influenciadores digitais (Marketing de influência). Mas afinal, a função de youtuber pode ser considerada uma profissão?

A verdade é que há um regimento dentro do YouTube, mas ele é impessoal. Em empresas comuns, quem comanda são líderes e CEOs. Já na plataforma, quem dita o que é bom e o que deve continuar sendo produzido é o próprio público.

Primeiro: o que é profissão?

Profissão vem de professar. Ou seja: exercer um ofício, uma ciência ou uma arte e receber uma retribuição econômica por isso. Ser youtuber é um ofício, já que é uma atividade que demanda tempo e planejamento. É uma ciência porque os influenciadores estudam métricas para entender o público, melhor tipo de conteúdo, horário de postagens, etc. E é também uma arte que incorpora especialmente o audiovisual, o design e a comunicação.

Além disso, a retribuição econômica é distinta: como o YouTube paga pouco pelo quantidade de visualizações, os youtubers expandem a renda com campanhas de marketing, venda de produtos, lançamento de livros, participação de eventos, etc. A influência dos influenciadores é um produto de alto valor, cobiçado e invejado.

Youtuber é a profissão do futuro

Os profissionais da nova geração, conhecidos como Millennials (nascidos entre 1981 e 1997), criaram um novo jeito de ser dentro do mercado de trabalho: o jeito Slash.

O termo refere-se aos jovens que preferem não ser reconhecidos apenas pelo cargo que lhes dão maior renda. Os empregados slashies usam “barras” entre várias funções para incluir projetos independentes e atividades que, apesar de serem menos lucrativas, trazem identificação ou valor ao candidato. Então, ao perguntarem “o que você faz?” a um slashie, ele responderá: “Eu sou um publicitário/guitarrista/cofundador de uma startup”, em vez de simplesmente: “Eu trabalho com publicidade”. Essa descrição múltipla dá abertura ao entrevistador para conhecer melhor o futuro empregado, além de ele ser percebido como alguém mais interessante e multifacetado.

Os slashies também estão em serviços autônomos que não necessitam de contratações por parte de empresas. Um exemplo desse tipo de atividade é justamente a de youtuber. Felipe Neto, por exemplo, não é apenas um influenciador digital. Ele também é escritor, ator, comediante e empresário.

 

Felipe Neto no comercial da escola de inglês Wise Up

No Brasil, onde a taxa de desemprego ficou em 12% em dezembro de 2017 (dados divulgados pelo IBGE), o slashies e youtubers criam novas profissões para não ficar reféns do mercado de trabalho.

Inscreva-se para receber nossa Newsletter semanal:

Sobre nós

A influu conecta influenciadores/youtubers e empresas/marcas de todos os tipos, tamanhos e orçamentos. Se você é um influenciadores: nós encontramos empresas que queiram contratar seu trabalho. Se você é um representante de empresa: nós encontramos os influenciadores certos para alavancar seus negócios.

É YOUTUBER INICIANTE OU DESEJA VIRAR INFLUENCIADOR? ACESSE O PASSO A PASSO PARA COMEÇAR UM CANAL DE SUCESSO E MANDE UM EMAIL PARA INFLUU@INFLUU.ME
Fernanda Campos

Fernanda Campos Almeida tem 22 anos e cursa jornalismo na UPM (Universidade Presbiteriana Mackenzie). Atua como criadora de conteúdo e fotógrafa na influu,

RECEBA NOSSO CONTEÚDO POR EMAIL

Leia também

6 atalhos para navegar no YouTube com mais velocidade
Diversos
378 Visitas
Diversos
378 Visitas

6 atalhos para navegar no YouTube com mais velocidade

Victor Russo - 28 de fevereiro de 2018

Você gosta de praticidade e velocidade? Ou o seu mouse não é dos melhores? A influu fez um vídeo com…

YouTube altera algorítimo de monetização de vídeo
Todos
265 Visitas
Todos
265 Visitas

YouTube altera algorítimo de monetização de vídeo

Fernanda Campos - 27 de outubro de 2017

Em agosto o YouTube lançou ícones de monetização e recursos (novos algorítimos). Com a mudança, os youtubers têm mais transparência…

Por que é importante definir o conteúdo do canal?
Todos
327 Visitas
Todos
327 Visitas

Por que é importante definir o conteúdo do canal?

Victor Russo - 2 de outubro de 2017

É comum ver youtubers (e não são apenas os iniciantes) sem um foco no conteúdo de seu canal. Isso nada…

Como denunciar comentários ofensivos em seus vídeos
Todos
261 Visitas
Todos
261 Visitas

Como denunciar comentários ofensivos em seus vídeos

Victor Russo - 7 de março de 2018

Com discursos de ódio cada vez mais presentes na internet, o YouTube não consegue escapar. Já que o Google não…

Comente

Seu email ficará oculto

Mais Visitados

YouTube Music e Spotify: Qual streaming é melhor?
Diversos
35164 Visitas
Diversos
35164 Visitas

YouTube Music e Spotify: Qual streaming é melhor?

Guilherme - 10 de agosto de 2018

Atualmente, o Spotify é um dos maiores serviços de streaming de música. Mas, a chegada do YouTube Music pode trazer uma concorrência bem disputada. Por isso, decidimos…

Os 10 maiores canais brasileiros no YouTube
Diversos
31130 Visitas
Diversos
31130 Visitas

Os 10 maiores canais brasileiros no YouTube

Victor Russo - 9 de abril de 2018

O Brasil é um dos países que mais consomem conteúdos do YouTube no mundo. Aproximadamente 95% da população internauta brasileira utiliza a plataforma de vídeos do Google.…

6 temas de vídeos para youtubers iniciantes
Canal Influu
15069 Visitas
Canal Influu
15069 Visitas

6 temas de vídeos para youtubers iniciantes

Fernanda Campos - 25 de outubro de 2017

É muito comum que influenciadores que estão começando um canal no YouTube tenham dificuldade em pensar sobre o que fazer vídeos. Mesmo que já tenha o tema…

5 temas de videos para youtubers iniciantes
Todos
14687 Visitas
Todos
14687 Visitas

5 temas de videos para youtubers iniciantes

Fernanda Campos - 19 de abril de 2018

É comum que influenciadores digitais tenham bloqueios criativos ou dificuldades para encontrar temas de vídeos. Para que seu canal no YouTube não empaque, listamos algumas ideias que funcionam…